Doce de Leite Moça

Já há uns anos provei doce de leite da argentina, trouxe-me a maninha.
Adorei o sabor intenso que já tinha bastante curiosidade de provar, pelas descrições que encontrei em dois livros que li, Sem Anos de Solidão de Gabriel Garcia Marquez e no livro como Água para Chocolate de Laura Esquivel, este último um livro muito especial em que toda a história se desenrola numa cozinha.
Desde então fiquei com vontade de fazer este doce, mas todas as receitas que encontrei determinavam 2 a 3 horas de volta do fogão sempre a mexer uma panela de vários litros de leite e quilos de açúcar... um pesadelo. Até que à uns dias atrás encontrei esta receita e resolvi experimentar foi um sucesso apesar de achar que passei ligeiramente o ponto de cozedura.

É um verdadeiro pecado... pode comer-se à colher (para gulososos). Mas é um sucesso a rechear bolos por exemplo um bolo de chocolate (completamente diferente do simples leite condensado cozido).














Ingredientes

1 lata de leite condensado (mais conhecido por aqui como leite moça)
2 colheres de sopa de açúcar
1/2 lata do leite condensado de leite meio gordo
1 colher de sopa de manteiga
1 colher de sopa de leite em pó
1 colher de café de pasta de baunilha

Num tacho faz-se o caramelo com o açúcar. Acrescenta-se a manteiga que derrete quase instantaneamente. Depois junta-se os restantes ingredientes e sempre a mexer deixa-se engrossar em lume baixinho, demora mais ou menos 20 minutos.

Dica: só experimentei uma vez esta receita, mas penso que a cor do doce está directamente relacionada com o ponto do caramelo.

1 comentário :